ISI-TICs oferece suporte para startups interessadas em participar do Programa Petrobras Conexões para Inovação

Micro e pequenas empresas e startups interessadas em desenvolver soluções inovadoras para as áreas de Petróleo, Gás e Energia podem se inscrever, até o próximo dia 5 de setembro, no Programa Petrobras Conexões para Inovação. Os projetos, que devem apresentar respostas para os desafios propostos no edital, poderão ser construídos e executados em parceria com uma Instituição Científica e Tecnológica Credenciada (ICT) pela Agência Nacional de Petróleo (ANP). Em Pernambuco, os empreendedores contam com o apoio do Instituto SENAI de Inovação para Tecnologias da Informação e Comunicação (ISI-TICs), uma das unidades credenciadas junto à ANP. O contato pode ser feito pelo e-mail negocios.isi@pe.senai.br.

O Programa Petrobras Conexões para Inovação é uma iniciativa que visa fomentar a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação (P, D&I), lançada em parceria com o SEBRAE. Os projetos deverão atender às seguintes linhas temáticas: tecnologias digitais; corrosão; captura e utilização de carbono; nanotecnologia; catalisadores; e novas energias. Inicialmente, serão selecionadas até dez propostas de pesquisa aplicada, desenvolvimento experimental, construção de protótipo ou unidade piloto ou programas tecnológicos para desenvolvimento e capacitação de fornecedores, com valores entre R$ 500 mil e R$ 1,5 milhão. As informações completas e o edital podem ser conferidos neste link.

O ISI-TICs atua com projetos de inovação e pesquisa para aumentar a produtividade e a competividade da indústria brasileira. O instituto atua em áreas como processamento de imagens, aprendizagem de máquina, inteligência artificial, big data e data analytics. “A startup interessada pode entrar em contato antes de submeter o projeto para que possamos formar uma parceria para construir um plano de trabalho e desenvolvê-lo. Nosso foco é na linha de tecnologias digitais, mas também podemos oferecer suporte nos outros temas”, explica o pesquisador industrial, Ernani Azevedo.

Foto: Agência Petrobras

Deixe uma resposta