Revolucionando o call center com inteligência artificial

Foto: This is Money

Mesmo com surgimento de novas ferramentas de comunicação como Facebook e Whatsapp, muitas empresas ainda investem em Call Center para fornecer um atendimento mais humanizado e personalizado para seus clientes. Empresas de tecnologia, instituições financeiras, serviços, comércio, provedores de internet e tv a cabo, varejo e instituições públicas são os setores que mais fazem uso de call center no Brasil. O atendimento em grande instituições é iniciado através de robôs, mais conhecidos como bots, que são capazes de guiar o usuário em soluções ou até mesmo encaminhar para o setor mais adequado a ligação.

Com o auxílio da Inteligência Artificial (IA), já é possível criar bots capazes de manter conversas mais fluidas que fazem uso de dados históricos dos clientes a fim de predizer qual seria o motivo da ligação. Muitos clientes chegam a abandonar certas marcas devido a falta de atendimento adequado, a IA é uma das maiores apostas dos serviços de atendimento ao cliente para  reduzir o tempo de atendimento ao cliente de forma mais eficiente.

A tendência é que em 2018 muitas empresas que prestam serviços de call center passem a utilizar IA para aumentar as capacidades do atendente humano. A CallDesk, promete investir nos próximos anos US$ 2,5 milhões em IA para revolucionar o atendimento ao consumidor. Os primeiros testes realizados apresentaram taxa de sucesso de 80% nas ligações, podendo chegar até a 95% para ligações mais simples.

Deixe uma resposta