Redução de custo na indústria com uso de Realidade Aumentada

Foto: Microsoft

A Realidade Aumentada (RA) promete revolucionar a maneira com que o ser humano e máquinas interagem, permitindo que o mundo virtual seja misturado ao real possibilitando novas formas de interação. Para que isso seja possível, existem três componentes básicos:

  1. O objeto real com alguma marcação que possibilite a criação e interpretação do objeto virtual. Essa marcação pode ser um simples adesivo criado para esse fim.
  2. Uma câmera ou dispositivo capaz de transmitir a imagem do objeto real. Em muitos casos, celulares são utilizados para capturar essas imagens.
  3. Algum software capaz de interpretar o que está sendo capturado pela câmera a partir do objeto real para a criação do objeto virtual.

Através desses 3 elementos, o usuário continua vendo o mundo real através de uma câmera com alguns elementos virtuais. No Brasil a RA vem sendo aplicada em diversas áreas, são inúmeras as aplicações da RA. De acordo com a PTC, investimentos em RA devem atingirá US$ 63 bi até 202. Na indústria, a RA surge como a promessa de ser aplicável em diversos setores, aumentando produtividade e reduzindo custos. Nesse post, vamos focar na redução de custos proporcionada na indústria.

Foto: computerworld

Uma das aplicações mais utilizadas na indústria é no reparo de equipamentos à distância.  A Thyssenkrupp, passou a utilizar a RA para resolver problemas, ou até mesmo para fazer manutenção, em elevadores a distância. A empresa reporta que não é preciso deslocar técnicos de um país para outro para realizar operações nos elevadores, o que reduz o tempo de reatividade diante de um problema.

A Tetra Pak faz manutenção remota em mais de 5.000 máquinas no Brasil através de RA. Especialistas técnicos são conectados a funcionários que trabalham na linha de frente das máquinas para que remotamente reparos e manutenções sejam feitas. No caso especial do leite, não se pode armazenar em tanques por mais de 48h antes do envase, atrasos em reparos ou até mesmo paradas em máquinas podem causar grandes perdas.

Portanto, a virtualização de objetivos reais através da realidade aumentada deve ser uma grande aliada na redução de custos de diversas indústrias. A aproximação do mundo real do virtual faz com que especialistas consigam ter uma maior visibilidade de problemas e, a partir disso, guiar técnicos in loco de forma rápida e eficiênte para que problemas sejam resolvidos de forma rápida e prática.

Deixe uma resposta