Gestão empresarial com SAP e ferramentas digitais

Foto: SAP

 

Com o objetivo de crescimento e melhor organização da estrutura de uma empresa, a gestão empresarial combina um conjunto de estratégias e ações aplicadas a uma empresa, a partir de seus recursos financeiros, estruturais e informações do capital humano. Utilizando dados, sendo estes provenientes de resultados da empresa ou acompanhamento da produção, tomadas de decisão são realizadas de maneira mais segura. Considerando o atual contexto empresarial, o da necessidade de modernização das empresas e indústria, destacamos o uso de algumas ferramentas digitais, como machine learning, Internet das Coisas e big data analytics, como bases da gestão de uma empresa.

 

Atualmente muitas empresas já utilizam algum software para gestão, em especial destacamos a ferramenta SAP. Em resumo, o  SAP é um software para a gestão empresarial, criado pela empresa de mesmo nome. A sigla remete-se a Sistemas, Aplicativos e Produtos para Processamento de Dados. O conceito objetiva a integração de todos os processos e dados da empresa em um único sistema. Logo, o sistema SAP armazena todos as informações em único lugar, facilitando a gestão.

 

A medida que estamos falando de informações, dados e gestão de empresas, também podemos pensar na aplicação das novas ferramentas digitais (IoT e big data analytics) para o auxílio no acompanhamento. Como exemplos da integração das ferramentas ao sistema, podemos listar novas funcionalidade das soluções SAP para a IoT:

 

  • SAP Connected Logistics: como descrito no site da empresa, trata-se de uma rede de negócios baseadas na IoT e plataformas em nuvem, que permite o monitoramento e operação de cadeias de suprimento em tempo real;

 

  • SAP Predictive Maintenance and Service: utiliza as plataformas IoT em conjunto com tecnologias de comunicação máquina a máquina (M2M) para realizar operações de manutenção preditiva. De maneira direta, ferramentas de big data analytics são usadas nesta solução;

 

  • SAP Connected Manufacturing: auxilia na melhoria dos processo de produção a partir de requisitos de produção individualizados e respectivos acompanhamentos de processos. Além do acompanhamento, permite a otimização no uso de ativos. Outra ferramenta disponível é a integração dos dados, a partir de software SAP, permitindo a coleta de dados de maneira automatizada com os diferentes objetos da IoT.

 

Com as novas ferramentas SAP listadas, totalmente voltadas a Indústria 4.0, a integração do tradicional software SAP as novas demandas torna-se possível de maneira mais fácil. Também podemos destacar a parceria de diferentes empresas com a SAP para o desenvolvimento de padrões abertos e que permitem uma maior interoperabilidade.  Um exemplo é o da Bosch, que utilizou o sistema SAP Vehicle Insights, para um gerenciamento de grandes frotas. Um maior detalhamento sobre colaborações entre organizações e indivíduos para a criação de padrões de IoT abertos podem ser encontrados aqui.

A partir do case da integração da SAP, e suas ferramentas a Indústria 4.0, fica evidente mais uma vez a modernização dos processos e análise de informações. No caso específico da IoT, segundo o vice-presidente de engenharia da Bosch, “Somente terão sucesso na IoT as empresas que colaborarem nos ecossistemas abertos. Somente ecossistemas fornecem a base estratégica para plataformas abertas e interoperabilidade”. Ficando claro que a modernização das empresas deve estar associada em conjunto, a uma etapa de colaboração e discussão dos padrões da indústria conectada.

Deixe uma resposta