Casos de aplicação de IoT na indústria pelo ISI-TICs – Parte II

Foto: industry4her.com

Como continuação do post anterior, Casos de aplicação de IoT na indústria pelo ISI-TICs – Parte I, esse post aborda os cases desenvolvidos pelo ISI-TICs nos projetos MInA e PMI+IoT.

Minha Indústria Avançada

O programa Indústria Mais Avançada, continuação do Brasil Mais Produtivo, produziu o projeto Minha Indústria Avançada, uma solução patrocinada pelo SENAI e desenvolvida em parceria com a Empresa Harbor, com o objetivo de acompanhar uma linha de produção de forma simples e rápida. O MInA permite a contagem da produção junto ao descarte, gerando assim dados para acompanhamento e avaliação da produção.

O MInA é uma solução baseada num hardware comercial de interfaceamento com sensores e atuadores e uma plataforma Web, e seu diferencial é a instalação rápida, voltada para três etapas: instalação dos sensores, conexão da plataforma de hardware e configuração do dashboard. Na prática a solução é independente do hardware e o foco é na plataforma de software, responsável por agregar valor nos dados coletados transformando os mesmos em informações úteis para o empresário e os gerentes de produção, manutenção, entre outros, da planta.

Pequenas e Médias Indústrias e a IoT

O projeto Pequenas e Médias Indústrias e a Internet das Coisas (PMI+IoT) é uma plataforma técnico-teórica voltada para a adoção de conceitos de Indústria 4.0 em ambientes de pequeno e médio portes. O arcabouço, desenvolvido pelo ISI-TICs para a Ikewai é focado na inteligência dos processos, e consiste num “passo a passo” de como avaliar e intervir na linha de produção da indústria tirando proveito de conceitos como conectividade e gerenciamento.

Com a diretriz de implantação, as indústrias de pequeno porte conseguem segmentar e priorizar seus processos em etapas mais gerenciáveis, e a plataforma técnica, consistindo de um dashboard e uma API para integração facilitada com sensores e atuadores, é a base necessária para que cada etapa da produção segmentada (Segurança física, Aquisição de insumos, Fabricação manual, Fabricação mecanizada, Avaliação da produção e Comercialização). O acompanhamento através da plataforma técnica permite favorecer a produção personalizada, evitando desperdício de insumos e fomentando o uso eficiente de recursos, além de conter uma heurística de avaliação que indica quais partes do processo produtivo pesaram mais na qualidade final do produto.

Deixe uma resposta