Como gerir os dados de dispositivos de IoT?

Foto: ISI TICS

A maior parte dos dados gerados por sensores e dispositivos de coleta nas empresas e indústrias não eram salvos e analisados antes da difusão do conceito de Internet das Coisas (IoT). Assim, a partir da sugestão de diferentes tipos de dispositivos conectados para coleta, armazenamento e tomada de decisões a partir de diferentes informações, surgem a análise e gestão de dados aplicada as operações envolvendo IoT. Para cada cliente, seja este uma empresa ou indústria, uma solução customizada a partir de ferramentas digitais é aplicada.

A integração dos dispositivos conectados com as ferramentas digitais utilizadas para o processo, como computação em nuvem e big data analysis, tornam-se a essência para o estabelecimento da IoT como responsável pela criação de novos modelos de negocio e serviços inteligentes. O processo de análise dos dados, ocorre através do uso de algoritmos e técnicas de inteligência artificial (IA) sobre as informações coletadas.

Como citado anteriormente,  a partir do uso de aprendizagem de máquinaé possível realizar análises até 20 vezes mais rapidamente e com muito mais precisão. Dados do Instituto Gartner  mostram que até 2022, 80% dos projetos de IoT deverão incluir IA como um elemento fundamental. Tornando assim o entendimento e domínio dos conceitos de aprendizado de maquina e IA, fundamental para a integração com os objetos conectados.

O próximo passo para aplicações eficientes, envolvendo segurança, otimização do uso de servidores e recursos, é a utilização de conceitos da gestão de dados aplicadas as informações geradas pelo sensoriamento de ativos. Diferentes arquiteturas, frameworks e implementações são utilizadas em um projeto de IoT, tornando assim os conhecimentos de gestão de dados, uma capacidade extra, de certo modo essencial, para o gerenciamento de arquiteturas distribuídas. A conhecida gestão de dados mestres (MDM – Master Data Management), torna-se fundamental para promoção de melhores iniciativos para a oferta de serviços para os usuários, fabricantes e investidores.

Deixe uma resposta