SENAI comemora Dia da Indústria com lançamento de pedra fundamental do ISI

Nesta quinta-feira (25/05), Dia da Indústria, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) lançará a pedra fundamental e a assinatura da ordem de serviço de construção do Instituto SENAI de Inovação e da Faculdade de Tecnologia da instituição. A cerimônia acontecerá às 10h no SENAI Santo Amaro. O evento contará com a presença de políticos e autoridades do estado.

Já em construção, em uma área de 22,5 mil m², no bairro homônimo, o complexo educacional vai reunir laboratórios, salas de aula e oficinas com tecnologia de última geração. Ao todo serão investidos no empreendimento , no projeto do complexo de Santo Amaro R$ 55 milhões, dos quais a maioria será financiada com recursos privados via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O complexo abrange o prédio já existe da Unidade Santo Amaro, o prédio do Departamento Regional e toda a área do antigo Centro de Tecnologia Automotiva, que foi deslocado para outro espaço dentro do mesmo perímetro, totalizando 30 mil m².

Para o diretor regional do SENAI Pernambuco, Sérgio Gaudêncio, o SENAI tem grande importância para a sociedade. “Seja no fortalecimento da economia ou no desenvolvimento de tecnologia, a indústria precisa de apoio para dar suporte às suas demandas e o SENAI Pernambuco se sobressai impulsionando setor industrial e também a cidadania de muitos brasileiros, por meio da qualificação para o trabalho”, comenta o diretor orgulhoso por o SENAI ter conquistado, sob a sua gestão  o primeiro lugar nacional em desempenho relativo no Prêmio por Desempenho do Sistema SENAI. O Prêmio é concedido pelo DN aos Departamentos Regionais que apresentem as melhores performances e visa melhorar a eficiência operacional e modelo de gestão do Sistema Indústria.

O novo prédio de cinco andares vai abrigar a Faculdade e o Instituto de Inovação. Aliado à Escola de Santo Amaro, será capaz de receber até 3 mil alunos por dia. No complexo, haverá vagas para automóveis (341), motocicletas (76) e bicicletas (168) e serão gerados 1.250 empregos diretos e indiretos nas obras e na implantação.

ISI-TICs

O Instituto SENAI de Inovação para Tecnologias da Informação e Comunicação (ISI – TICs) foi criado em 29 de agosto de 2013 e é um espaço para geração de tecnologia de ponta para a Indústria, onde são realizadas pesquisas aplicadas em TIC, com infraestrutura e equipamentos equivalentes aos Centros de Pesquisa e Desenvolvimento mais avançados do mundo, além de um corpo de pesquisadores de alto nível e uma ampla rede de parceiros. Ele é o único do Brasil (da rede SENAI) destinado à TIC além de ser um dos 25 Institutos de Inovação que serão lançados em 12 estados até 2018 dentro do contexto do Programa de Aceleração da Competitividade da Indústria Brasileira.

O ISI tem como objetivo promover as Tecnologias da Informação e Comunicação como principal fator para a competitividade e sustentabilidade da indústria brasileira. Com o apoio da Fraunhofer (Alemanha) e do MIT (EUA), o ISI realiza pesquisas aplicadas ao segmento industrial.

Principal produto do Instituto, o Software é tratado em três perspectivas: como componente de sistemas; parte integrante e essencial de projetos de inovação e da indústria; e como “embedded” em produtos nas mais diversas áreas da Indústria.

 

A Indústria

Em pesquisa realizada pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI) mais de 90% dos brasileiros acreditam que o setor é dos principais responsáveis pelo crescimento do país. Em Pernambuco não seria diferente. O estado apresentou a maior alta do país na produção industrial no último ano (entre janeiro deste ano e o mesmo período do ano anterior), de acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e se destaca aumentado o número de indústrias abarcando no estado. O número de 14,1% é maior que os outros 15 locais pesquisados, que acontece devido aos setores de produtos alimentícios. A produção do estado subiu 2,1% e se classificou como a quarta melhor média nacional atrás apenas de Goiás (2,4%), Pará (2,4%) e Espírito Santo (4,1%), levando em conta que houve um recuo de 0,1% em todo o país.

 

SENAI Pernambuco

Nos últimos 74 anos, o SENAI PE contribuiu para ampliar a educação e a competitividade do estado. Não por acaso, desde a sua fundação  até 2016 a instituição já formou mais de 1,5 milhão de alunos. Com um oferta total de 705 cursos em 17 áreas diferentes, só em 2016 a instituição teve 49.635 alunos matriculados e alcançou a marca de 60% dos alunos que fazem SENAI estão no mercado de trabalho.

 

Fonte: pe.senai.br/noticias/dia-da-indústria-será-comemorado-no-senai-com-lançamento-de-pedra-fundamental-do-isi/#.WwLDd0gvyUk

Deixe uma resposta